Notícias do blog

É possível fazer uma cirurgia plástica durante o ciclo menstrual?

Primeiro de tudo, é absolutamente verdade que qualquer tipo de cirurgia eletiva pode ser realizada com segurança durante qualquer fase do ciclo menstrual. Na verdade, muitas vezes, o estresse psicológico ou pré-operatório é o que pode fazer uma mulher entrar em seu ciclo prematuramente. Mas, como médicos, também entendemos que o corpo feminino sofre alterações fisiológicas significativas com cada ciclo menstrual, a fim de se preparar para a possibilidade de fecundação de um óvulo e gravidez resultante.

Estas alterações afetam, principalmente, o útero, mas também os seios e, em menor grau, o restante do corpo da mulher. Algumas até notam esses efeitos mais do que outras, e os cirurgiões que operam em muitas mulheres podem a perceber esses efeitos também.

Segurança acima de tudo
Claro, desde que as mulheres escolhem suas datas cirúrgicas com base na agenda pessoal, nas exigências de trabalho, no tempo fora dos pedidos, na ajuda em casa, nos horários das crianças e na disponibilidade do cônjuge ou parceiro, etc., é possível operar em todas as fases do ciclo menstrual, e fazer o procedimento com segurança e eficácia. Assim, acaba-se com a “lenda” de que se é inseguro ou que existe potencialmente grave risco de hemorragia se forem realizadas operações durante um ciclo menstrual.

Seria igualmente incorreto afirmar que não há diferença identificável em mulheres em diferentes fases do seu ciclo. Muitos cirurgiões operam em número suficiente de mulheres para estar cientes dessas diferenças, e o recomendável é que, se possível, uma mulher faça sua cirurgia uma semana após a menstruação, em vez de na semana anterior. Pelo menos com a cirurgia de mama e, talvez, em outras operações, isso deve ser priorizado para que haja menos sangramento na sala de operações, assim como menos sensibilidade e inchaço pós-operatório.

Então, se possível, por que não marcar uma cirurgia plástica após a menstruação? E se não for possível, será um caso um pouco mais cauteloso. Mas se você tiver alguma duvida adicional sobre essa questão, converse com o Dr. Vinícius Melgaço. Seu conhecimento e experiência irão te ajudar a determinar um melhor período para seu procedimento.

Entre em contato: